Dedé vive a expectativa de voltar a atuar e prepara cartilha para as férias

Última partida do zagueiro foi contra o Santos, em novembro do ano passado, quando se machucou. Jogador deverá ser relacionado para o jogo contra o Joinville

Por Marco Antônio Astoni

Belo Horizonte

Depois de mais de um ano, Dedé vive a expectativa de participar de uma partida do Cruzeiro. O zagueiro não atua desde o dia 5 de novembro do ano passado, quando enfrentou o Santos, na Vila Belmiro, pelas semifinais da Copa do Brasil. Ele será relacionado para o jogo contra o Joinville, domingo, às 17h (de Brasília), no Mineirão. Recuperado de uma grave lesão no ligamento cruzado posterior do joelho direito, Dedé não esconde a felicidade de fazer parte da lista do técnico Mano Menezes, mesmo ficando no banco de reservas. Ele também prepara uma cartilha para as próximas férias para voltar da melhor maneira possível para 2016.

Dedé será relacionado para o jogo deste domingo, contra o Joinville

Dedé será relacionado para o jogo deste domingo, contra o Joinville

– É um momento especial, um momento de muita alegria, não só para mim, mas para todos os meus familiares, amigos e companheiros de trabalho. Muitos ficaram na expectativa de eu voltar antes, mas, infelizmente, não consegui. Após a ansiedade, muitos acharam que não teria a oportunidade este ano. Mas estou trabalhando firme. A expectativa é de estar com o nome na lista. Para mim é emocionante e vai ficar guardado na minha carreira.

LEIA MAIS:

>> Mano Menezes nega ter proposta do futebol chinês
>> Para Fábio, objetivo após chegada de treinador foi cumprido
>> Cruzeiro terá novidade entre os titulares e no banco

Dedé afirma que, mesmo durante as férias, vai continuar se cuidando. O objetivo do zagueiro cruzeirense é chegar na pré-temporada inteiro, sem nenhum resquício da contusão que o afastou do gramado por tanto tempo.

“Vou treinar por minha conta. Pedi cartilha para o departamento médico, físico e fisiológico

______________Dedé

– O ano de 2015 para mim não vai acabar, em questão de treinamento. Vou treinar por minha conta. Pedi cartilha para o departamento médico, físico e fisiológico. Para que eu continue fazendo trabalho. Apenas nas férias do ano passado eu não consegui fazer o trabalho, porque estava com edema. Mas eu não paro. As férias vão ser boas para isso. Alguns amigos gostam de fazer o trabalho que eu faço e vão me ajudar. Isso pode me ajudar na pré-temporada, chegar melhor em relação a alguns movimentos e treinamentos.

O tratamento intenso e a dedicação que teve na recuperação foram fundamentais para que Dedé pudesse ser liberado do departamento médico ainda este ano. O entusiasmo do zagueiro é de quem está começando a carreira.

– Faço gelo por conta própria, a fisioterapia fala que não preciso. Eu investi muito em mim. Neste período de nove meses que fui entregue ao departamento médico é o período certo da lesão. Antes de operar, os médicos falaram que seria de oito a 10 meses. Estou parado há um ano, pelo fato de recuperar do edema. Se acontecer alguma coisa, jamais vou desistir.

Compartilhe

Copyright © Guia Comercial Alfenas – Portal I9Minas (INOVE Minas) – Alfenas-MG - Guia Comercial Alfenas, Guia OnLine, I9 Alfenas, Portal i9 Alfenas